Loading...

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Trabalhadores tomam as ruas em Chapecó

Coisa linda de se ver, movimento social se articulando, gente nas ruas, faixas, cartazes, gritos de protesto e desabafos, aplausos de quem assiste e muito entusiasmo. São os trabalhadores e trabalhadoras  em busca de melhores salários, qualidade de vida e principalmente respeito e dignidade. São Professores e Professoras que ensinam, que educam as gerações e formam todas as profissões. Lutam pela implantação do Piso Nacional do Magistério, por valorização. Parece mentira, mas é verdade, aqui se faz Greve para forçar o Governo do Estado cumprir a Lei do Piso.  Nosso governo é intransigente e descumpre a Lei, desviou os recursos do Fundeb que era para a Educação e agora diz que não tem dinheiro, a lei diz que os governos estaduais devem investir 25% dos recursos em Educação, aqui em Santa Catarina se investe apenas 19% o restante é desviado para outros setores. A categoria reunida em assembléia no dia 16/06 decidiu por manter a Greve e continuar lutando pelo que considera justo, ético e de direito. Nesse mesmo dia, um fato inédito acontece em Chapecó, os Trabalhadores e Trabalhadoras do Transporte Coletivo Urbano decidem parar e lutar por melhores salários. O Transporte Público em Chapecó é um monopólio da Empresa Auto Viação Chapecó. Seu proprietário, João Scopel manda e desmanda nos assuntos do Transporte, contrata, demite, pressiona e paga mau seus funcionários. E para piorar, ele é um baita mentiroso. Apresentou planilha de custos do transporte coletivo informando que pagava R$ 1.657.27 por mês para cada Motorista, mas estes na verdade recebem apenas R$ 875,00 comprovados em seu contra-cheque. Na mesma planilha ele informa que os Cobradores de ônibus recebem R$ 848,98 quando na verdade recebem apenas R$ 545,00 uma vergonha, e uma grande fraude também. E tem mais, a planilha é de 2009, ou seja, ela esta defasada. Mas a Prefeitura de Chapecó concedeu aumento da tarifa, é certo que ninguém na prefeitura olhou os dados da planilha, é certo que a prefeitura não fiscaliza os serviços prestados, e é certo também que isso tudo faz parte de um grande negócio de enriquecimento privado sobre um serviço público e essencial. João Scopel aliado do Prefeito Caramóle (PSD) exploram os Motoristas e Cobrares e sugam dinheiro da população que necessita do Transporte Coletivo para se movimentar pela cidade, geralmente para ir de casa para o trabalho e do trabalho para casa. Essa realidade esta mudando, o povo esta mais consciente, esta organizado e luta por seus direitos. O Brasil esta crescendo e se desenvolvendo, nós queremos dividir o bolo, nós queremos boa educação, transporte de qualidade, casa boa e lazer. Trabalhamos e construímos tudo isso que ai esta, por que não podemos usufruir?  

Nenhum comentário:

Postar um comentário