Loading...

domingo, 17 de julho de 2011

Tio Sam pedindo esmolas

Quem diria, os EUA estão completamente endividados, numa disputa ferrenha entre Democratas e Republicanos e também na disputa para saber qual classe social vai pagar a conta. Nesse jogo americano eu não aposto em nenhum dos lados, os dois são imperialista por excelência, com uma ligeira vantagem aos republicanos  que assumem abertamente suas feições e admitem todo tipo de preconceito e discriminação, não poupam esforços para arrumar uma invasão, destruição seguida de reconstrução com gigantesco apelo emocional ao povo estadonidense, eles representam o Destino Manifesto. Não que os Democratas não sejam adeptos dessa mentalidade, são sim, só que eles disfarçam mais, são mais chegados a debater as possibilidades, mas sempre fazem a mesma coisa que os republicanos. 
Os EUA foram os grandes vencedores da Guerra Fria, conquistaram prestigio e acumularam apoio no mundo todo, onde não foram bem recebidos, trataram de mudar os comandantes locais e colocar pessoas que se alinhassem aos seus objetivos. Na conferência de Bretton Woods em 1944 que teve como objetivo reconstruir o capitalismo, os EUA impuseram a sua vontade e o Dólar passou a ser a moeda padrão para as negociações internacionais, todas as moedas deveriam ser convertidas em Dólar e essa moeda estava condicionada ao padrão do ouro. Os países só poderiam emitir papel moeda se tivessem Lastro (depósito em ouro para emitir papel moeda). O Problema é que os EUA foram e continuam sendo o país que mais desrespeita essa regra. Eles continuam emitindo papel moeda e não possuem reserva alguma em ouro. Todos os títulos da dívida estadonidense é de dinheiro  podre e sem valor. Eles criaram a grande bolha de endividamento, não sabem como sair e parece que não há como sair. Estão devendo até as calças, sua economia não cresce e a taxa do desemprego esta aumentando. O Capitalismo é uma fraude, é tudo castelo de areia e esta desmoronando. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário