Loading...

sexta-feira, 1 de julho de 2011

VEREADOR PROMOVE DEBATE MEDÍOCRE E PRECONCEITUOSO

O Poder não corrompe as pessoas ele simplesmente as revela. Quero falar hoje sobre o preconceito racial que circula pelas redes sociais aqui em Chapecó. O Vereador Sérgio Badá Badalotti que concorreu em 2008  com campanha pautada no esporte de rendimento e favorecido por seus comentários cômicos sobre a atuação da dupla GRENAL no horário do almoço em um telejornal, não chegou a ser eleito, mas acabou assumindo como suplente e depois ficou com a vaga.
O Nobre edil teve requerimento de sua autoria aprovado na Câmara Municipal de Vereadores em que se posiciona contrario a criação de uma nova demarcação de área indígena em Chapecó. É certo que, a maioria absoluta da população chapecoense também não seria a favor de mais uma  área indígena, falo isso com base em estudos sobre o comportamento e o  pensamento médio no Brasil em que o preconceito racial contra os índios está passando por uma fase de recrudescimento, ainda impera no País uma visão de progresso segundo a qual tudo que impede o seu avanço deve ser destruído, e aqui o pensamento não é diferente, ou seja, os agricultores trabalham e produzem e os índios não. O que é perfeitamente questionável.
O problema é que não existe nenhum processo de criação de área indígena. O nobre vereador ganhou alguns espaços na imprensa escrita e divulgou no seu blog e facebook o grande feito de sua autoria, até aí tudo bem, divulgar não é problema. Mas a questão é outra. Primeiro que ele esta sendo um grande oportunista, pois como ja disse não existe nenhum processo de demarcação de área indígena e se existisse essa questão, ela não passa pela Câmera de Vereadores e sim nas esferas Federal e Estadual. Segundo, é que ele na condição de representante público, deveria se colocar a disposição para equacionar possíveis problemas que tal demarcação de terras iria acarretar para o produtor rural, proprietários das terras e indígenas que são as partes envolvidas, é o mínimo que se espera dos representantes públicos, afinal qual é a função do Estado, dos gestores e dos representantes eleitos pela população Sr. Badá? Terceiro, além de que tudo o que ele divulga é fantasia, ainda se aproveita da inocência preconceituosa de dezenas de internautas que passam por lá aprovam seu grande feito inventado, com comentários do tipo: Tá certo Badá, isso aí! Nada contra os indígenas e sua colonização, que foi importante e faz parte da história do Brasil.../... indio nao caça mais com flexa mas sim com armas de fogo (sem registro) indio nao pesca mais como se falava na escola eles usao redes de pescas.../...  Eu acho que deveriam pegar todos os índios e levar para a Amazônia e fazer eles protegerem nossas riquezas, viver da pesca, caça e do plantio e não do dinheiro da Funai, ou vender as sementes que GANHAM para comprar cachaça. 
 Coloquei apenas três para justificar minha indignação com tamanha bestialidade, oportunismo e cretinice de alguns parlamentares. Enquanto isso a vida segue, e essas pessoas apoiam essas atitudes inventadas e preconceituosas, são as mesmas que enchem o peito para dizer que no Brasil tudo vai mal e que a política não presta. É uma grande lastima, por que no Brasil o momento é de derrubar os tabus preconceituosos de gênero, sexo, cor  e etnias. Temos que avançar em políticas públicas para toda a população Sr. Badá, independente da etnia a que pertençam. Você deve se colocar como um mediador e procurar sempre as melhores soluções para todas as partes e não ficar fazendo brincadeira de mal gosto e piadinhas com as populações menos favorecidas.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário