Loading...

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Relato de uma experiência de vida.

Me dedico hoje a descrever um pequeno relato envolvendo questões do meu trabalho político. No dia 03 de setembro fui à pequena cidade denominada Ouro Verde que fica aproximadamente uma hora de Chapecó, fui para uma reunião de organização da direção política do Partido e tratar sobre eleições municipais de 2012. Cheguei no local combinado para reunião bem antes do horário marcado, era uma pequena propriedade do interior. No momento em que cheguei, a sensação de estar em um ambiente tranquilo se fez presente pelo som, muitos pássaros cantavam anunciando o fim de tarde acompanhados pelo barulho incessante das cigarras,  pelo cheiro e pelo visual, muito verde ao redor, alguns gatos, cachorros, galos e galinhas. As pessoas eram simples, dois meninos trabalhando num galpão, empenhados em retirar o leite das seis vacas com ordenhadeira, uma casa simples com a chaminé a todo vapor anunciando que o fogão estava trabalhando para esquentar a água do chimarrão e preparar a comida de logo mais para todos os convidados. Seu Antônio, proprietário do local, chegou em seguida trazendo mais algumas vacas que estavam no pasto, homem simples que carrega no sotaque e nas mãos a marca de quem vive o dia para trabalhar e tirar o sustento da família. Conversamos um pouco, enchi o homem  com minhas perguntas de uma pessoa desinformada sobre a vida na agricultura, ele foi atencioso e prestativo.

Aos poucos as pessoas vinham chegando para a reunião do Partido, alguns vizinhos chegaram a pé, com a lanterna na mão entre as plantações, os outros iam chegando de carro,  o Presidente eleito do Partido ia e vinha com pessoas que ele ia buscar nas localidades ali perto para a reunião, a maioria seus familiares. Nunca tinha visto uma família tão grande e unida em torno de uma causa, tudo gente muito simples, umas 15 crianças, uns 10 adolescentes e uns 40 adultos, mas todos estavam atentos ao que eu falava sobre o Partido e os planos para as eleições dos anos de 2012 e 2014. A reunião durou em torno de uma hora e meia com poucas perguntas, algumas reclamações sobre a vida dura que é morar em uma cidade que não oferece oportunidade de emprego, não tem programa de habitação e o mandatário da cidade tem sua empresa e negócios em outra cidade.

Terminada reunião nos sentamos ao redor de uma mesa extensa para comer uma galinhada, muito boa por sinal. Momento descontraído em que pude saber mais a fundo como era a vida daquelas pessoas. Conversei com as lideranças do Partido e fiquei me bobeando com algumas crianças que ficavam ao meu redor. Mas a conversa que mais me chamou a atenção e foi o que me motivou a escrever esse relato, foi a que tive com Lorivani Alves Mello, foi uma das primeiras a chegar para a reunião e ainda do carro do esposo em movimento gritou "cheguei para dar a palestra", comunicativa e com uma alegria aparente.

Lourivani tem vinte um anos de idade e me contou que concluiu o ensino médio, mora em casa própria com o esposo e dois filhos, que trabalha na empresa Diplomata em Xaxim e seu turno de trabalho começa às 4h25min. Para chegar no horário ela precisa acordar às 2h30 da madrugada, pegar o ônibus e percorrer uns cinquenta km, seu turno termina às 14h30 e ela retorna para casa às 15h30. Essa jornada de trabalho é compensada com o salário de R$ 700,00 mensais, e no mês que ela trabalho aos sábados fazendo horas extras, recebe a quantia de R$ 750,00. Me disse que faz isso porque é a única forma de emprego que consegue, seu esposo também trabalha em cooperativa e em outra cidade (Abelardo Luz) que fica um pouco mais próxima e o ganho é um pouco melhor. Ela me disse que estava um pouco preocupada com o trabalho porque quando ela começou eles iam em vinte pessoas no ônibus e hoje só vão oito, a empresa esta querendo cortar os gastos com o transporte de tão pouca gente. E pra finalizar, ela me disse que o seu maior sonho é trabalhar e ganhar a vida na sua própria cidade e foi por isso que resolveram participar da política, organizaram o Partido e querem disputar as eleições com candidato para vereador e pensam e somar forças com outros partidos a fim de mudar a realidade vivida pelas pessoa simples e humildes de Ouro Verde.

Nenhum comentário:

Postar um comentário