Loading...

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Um pequeno balanço de agosto.

Trabalho político
Agosto ficou para trás, foi bem agitadinho, tivemos altos e baixos na condução das atividades políticas do glorioso PCdoB aqui na região oeste. Pra variar algumas cidades marquei para ir visitar e os camaradas ligaram em cima da hora desmarcando, sinceramente não gosto disso, mas compreendo e vou adiante. Deputada Angela Albino esteve em Chapecó participando de atividade para discutir política e a participação da mulher. Foi um sucesso com a participação de umas cem mulheres, debate de alto nível e com caráter formativo para nossa militância.  Várias visitas em busca de novas filiações que resultaram em boas filiações, que servem para fortalecer a nossa legenda e nos da fôlego para organizar uma chapa competitiva no ano vem.

Debates na rede
Sinceramente acho que pertenço ao grupo dos mais chatos que navegam pelas redes sociais, grupo esse que cabe dizer, deve ser bem pequeno. Sou um tipo de sujeito que que fica postando matérias, fotos e comentários sobre questões da política nacional e internacional que se resumem geralmente em críticas ao imperialismo estadonidense, críticas a velha mídia nacional e divulgação de ações positivas do governo federal e apelos para que as pessoas se interessem pela política e participem das "grandes discussões" do país. Não acho que sejam os melhores assuntos da rede, acho que são importantes e as pessoas deviam dar mais atenção a eles. Também gosto de futebol e como o meu Vasco da Gama vai indo muito bem, coloco várias fotos e comentários a respeito desse clube.

Mas o maior debate foi sobre religião, sim eu participei e falei um monte de coisas, o post era de um adventista muito conhecido meu. Era uma espécie de chamamento aos jovens sobre a necessidade de se entender e participar mais da vida evangélica... nessa época em que chegamos definitivamente ao fim dos tempos... pra mim extremamente exagerado e fora de questão, mas como bom chato que sou, fui lá fazer meus comentários. Nada de surpreendente, fiz uma dezena de perguntas e não obtive respostas, fiz afirmações e ficaram "horrorizados" com minha falta de fé. Não fui indelicado e assim é que deve ser essas discussões. Muitos acreditam que não é necessário fazer esse tipo de debate, eu discordo, porem admito que é muito complicado. A religiosidade é uma forma política muito autoritária e que esta em crescimento no Brasil. Defendo a luta pela efetivação do Estado laico e a luta pela democracia onde as leis sejam construídas com base no diálogo plural e com respeito aos direitos fundamentais e não por leis que sejam ditadas de cima para baixo por uma autoridade que fala em nome de um Deus.


Nenhum comentário:

Postar um comentário