Loading...

domingo, 13 de novembro de 2011

UFC: Exploração exacerbada da violência como nos tempos medievais!

O Ultimate Fighting Championship já é o grande assunto do momento, provando que uma boa campanha de marketing faz as coisas acontecerem, e provando que a moda é mesmo uma merda. É isso mesmo que você leu, até pouco tempo atrás ninguém nem falava em UFC, agora todo mundo quer dar uma de sabido no assunto e postam mensagens se gabando do feito realizado por "pessoas" de nossa nacionalidade.

Não sou chegado a ver o "espetáculo esportivo" e antes de defender que é um absurdo, o fato de as pessoas estarem interessadas em algo de extrema violência e mau gosto. É preciso dizer e talvez entender, que o ser humano gosta da coisa. Depois de séculos enfrentando os maiores perigos do mundo, onde a luta pela sobrevivência com outras espécies  era bem mais acirrada que os dias atuais. Não é de estranhar que vibremos com a pancadaria diante da telinha transformada em Coliseu moderno.

O UFC é um evento de luta, que nada mais é do que uma exploração exacerbada da violência como nos tempos medievais.  O "esporte" adquire adeptos no mundo, destrói a mente das pessoas fracas ou não, preparando cada vez mais o ser humano em acentuar seus estímulos de violência interior, como nos tempos medievais. Reclamam de violência, mas nos enchem de imagens e agora eventos televisivos  sobre o assunto, assim como condenam a violência sexual, mas exploram o sexo até o esgotamento da sensualidade e sexualidade precoce em jovens e crianças, com imagens, tópicos, programas infantis, novelas e tudo o mais classificado de arte.

As lutas sangrentas são como uma tradição em nossa sociedade, disponíveis nos dias de hoje em quase toda parte com brigas de galo, de cães, tauromaquia, rodeios e todo tipos de maldades com animais. Mas, convenhamos que ja é passado da hora de termos desenvolvido consciência e bom senso ao ponto de não admitirmos esse tipo de violência. Dá uma raiva de quem maltrata animais de graça e atoa. Gente dessa laia deveria praticar nado livre com tubarões, penso que seria uma boa lição, colocar as coisa em ordem contrária.

Gostaria de ver outros esportes ganhando adesão no Brasil, estamos caminhando para o apogeu dos maiores eventos esportivos do mundo, a Copa do Mundo e as Olimpíadas. É possível mudar a cultura do brasileiro e incentivar outras vertentes esportivas. Basta vontade, menos interesse financeiro e foco nos esportes saudáveis e que não colocam a integridade física e mental do ser humano em risco. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário