Loading...

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Vencemos a eleição no Sinproeste!

A disputa pelo comando da direção do Sinproeste foi intensa. Duas chapas participaram do processo que teve a maior participação de sócios votantes em toda a história do Sindicato. Sei que a vitória é em decorrência do trabalho coletivo, das propostas e das ideias, da competência do nosso grupo de professores e pela dedicação e envolvimento individual de cada um. Foi uma grande vitória e estou imensamente agradecido aos colegas que acreditaram em nossos propostas e depositaram em nós a sua confiança para dirigir o sindicato nos próxios três anos.

Fizemos uma campanha impecável, passamos em todas as escolas e universidades, conversamos com todos os professores, apresentamos nossas propostas, deixamos nosso material, ouvimos muitas declarações de apoio que foram confirmadas nas urnas. Usamos do nosso trabalho já realizado, da nossa moral perante a categoria e das nossas proposta para avançar com autonomia, e deu certo.

Reconheço os colegas da chapa 2 - Vote Plural, não como adverários, mas como professores que pensam e agem diferente de nós, respeito e valorizo a democracia, respeito a opinião e a posição adotadas por eles. Nós não queríamos a disputa entre chapas, acreditavamos que era possível uma composição, cedemos a presidência para o professor Alceu Werlang. Eles não aceitaram a composição e hoje admito que estavam certos e nós enganados, eles tinham razão, a melhor coisa que poderia acontecer para o fortalecimentdo Sinproeste era a disputa eleitoral entre chapas. O Sindicato sai fortalecido e a chapa vencedora tem todo o reconhecimento e o prestigio dos que participaram do proceso eleitoral.

Mas a vitória é pessoal também, fiz a minha parte e garantimos 70% dos votos nas escolas para a nossa chapa. Agradeço aos colegas que reconheceram o trabalho desenvolvido. Trabalho que não foi reconhecido pelos diretores (Ciro Rodrigues e Alceu Werlang) do Sinproeste na gestão que se encerra. Recebi críticas e um cala a boca em reunião. Me afastei por um tempo do sindicato, aprendi com as críticas que não devo me calar por pensar e agir diferente, aprendi que não preciso concordar só para agradar e não criar mal estar entre os envolvidos, aprendi a reconhecer e valorizar o meu espaço. Agora estou de volta, sou da direção, fui eleito e não preciso dividir a mesma mesa com os representates do atraso, da estupidez e da ignorânica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário