Loading...

segunda-feira, 26 de março de 2012

A maior e melhor peça que vi em minha vida!

Mesmo que eu quisesse e tentasse exagerar, não chegaria nem perto do que realmente foi o espetáculo de Roger Walters, the wall. Foi emocionante ver a criatividade, a combinação das luzes refletidas no muro com a música tocada de forma perfeita. A cada momento algo inesperado e surpreendente acontecia. Várias expressões se ouvia ao redor, todos boquiabertos com o que estavam presenciando.

Roger Walters nos presenteou com um maravilhoso espetáculo, pra mim é uma peça completa, música, arte, linguagens, sons, luzes, fotos e fatos passam ante nossos olhos e entram por nossos ouvidos. Tudo muito sincronizado. A qualidade do espetáculo é impagável.

A peça faz criticas ao poder do estado autoritário e belicista do ocidente, mostra imagens desse poder sobre os povos árabes e denuncia as mazelas criadas através das crenças religiosas. Um javali aparece na segunda parte do show e trás severas criticas ao sistema capitalista e ao consumismo dos dias atuais. Roger não deixa de denunciar o período da guerra fria em que o mundo esteve divido em dois blocos antagônicos e as atrocidades cometidas na época para a humanidade.

É um espetáculo forte, com critica social e política, qualquer pessoa que assista vai se ver ali de alguma forma e em algum lugar. O show é muito bem tocado. A estrutura é gigantesca, as imagens são muito bem selecionadas, as projeções feitas por três torres em um muro de aproximadamente 100m de largura por uns trinta de altura, deixa todo mundo de queixo caído. Foi fantástico. Devem ter vários outros pontos de vistas a serem considerados sobre o espetáculo, meus olhos apontaram estes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário